Uso de Cosméticos na Gravidez — Existem Perigos à Saúde?

by Renata Franco

Você já ouviu falar que o uso de cosméticos na gravidez deve ser feito com muita cautela? Existe, sim, uma precaução que deve ser tomada antes de escolher os produtos que fazem parte da rotina de beleza e saúde, uma vez que muitos deles podem ser feitos com formulações prejudiciais ao organismo da mãe e do bebê.

Confira alguns cuidados importantes para o dia a dia de uma gestante para evitar qualquer tipo de reação não-desejada.

cosméticos na gravidez

Como deve ser o uso de cosméticos na gravidez?

Embora a preocupação maior de gestantes, a princípio, seja em relação aos hábitos alimentares e outras ações cotidianas que possam afetar a saúde do bebê — como fumar ou consumir álcool — o uso de cosméticos na gravidez também é um ponto que merece atenção.

O que evitar

Os produtos utilizados pela mãe, quando absorvidos pelo corpo, podem chegar à criança por meio do cordão umbilical. Por conta disso, existem algumas substâncias que devem ser evitadas — ou que até mesmo proibidas — para que não haja esse tipo de transmissão.

cosméticos na gravidez

Quanto aos cabelos, a descoloração é um processo muito agressivo que não deve ser feito. O mesmo vale para o uso de tinturas ou procedimentos que utilizem amônia ou formol, como alisamentos. Caso deseje colorir os fios, o mais recomendado é usar um tonalizante, desde que não toque no couro cabeludo.

Em geral, quanto ao uso de cosméticos na gravidez, algumas substâncias que precisam ser usadas com cautela são:

  • ácido retinóico: geralmente encontrados em cremes anti-acne e sinais de envelhecimento, não deve ser utilizado, inclusive, durante a amamentação;
  • ácido acetilsalicílico: mais usado na fabricação de aspirinas, também é encontrado em cremes para pele;
  • ureia acima de 3%: aumenta o poder de absorção da pele, podendo ultrapassar a barreira da placenta;
  • cânfora: em grandes quantidades pode até mesmo causar um aborto;
  • chumbo: esse metal pesado, encontrado em esmaltes e maquiagens, aumenta a possibilidade de intoxicação e danos ao feto.

cosméticos na gravidez

O que usar

Devido ao crescimento da barriga e dos seios, hidratantes para a pele são recomendados para evitar o surgimento de estrias. Produtos a base de aloe vera, glicerina e óleo de amêndoas, por exemplo, estão liberados para gestantes.

Se quiser evitar ao máximo o contato com substâncias prejudiciais, como conservantes, é interessante investir em uma vida natural com cosméticos do bem.

Gostou de saber sobre o uso de cosméticos na gravidez? Então continue lendo artigos aqui na Cosmetologia do Bem!

VEJA TAMBÉM

Utilizamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site. Ao clicar em aceitar, você concorda com a nossa política de privacidade. Aceitar Saiba mais

Política de Privacidade
Olá, precisa de ajuda?