Dermatologia Natural

by Renata Franco

A cada dia a dermatologia natural vem ganhando mais adeptos associada a crescente busca por cosméticos naturais.

Mas, não tem jeito de falar de dermatologia natural sem começar dizendo da forma de hidratação mais natural que existe que é através das substâncias que nós mesmos produzimos que é essencial para a nossa pele. A esse conjunto de substâncias dá-se o nome de manto hidrolipídico produzido pela glândula sudorípara.

Em sua composição encontra-se colesterol, ésteres, esqualeno, ceramidas e outros lipídios que vão trazer todo um equilíbrio para a pele. Encontra-se também uma microbiota que é uma população de bactéria e fungos que vivem em simbiose conosco. Essa microbiota é selecionada de acordo com as necessidades de cada um.

Mas por que a composição desse manto é muito importante?

Além de trazer a função de proteção e de hidratação da pele, esse manto hidrolipídico protege o organismo do ambiente externo, do contato com antígenos e do contato com outros microrganismos que sejam patológicos.

Por ser tão vital para a pele, o ideal é que se consiga fazer uma manutenção desse manto hidrolipídico, ou seja, não fazer uma limpeza tão agressiva da pele para que ele se mantenha ao longo do tempo. Entretanto, o que se vê muito na prática, até mesmo por questões culturais, é uma remoção excessiva do manto hidrolipídico, tanto do corpo, quanto do couro cabeludo.

As pessoas acabam entrando em um ciclo vicioso de retirar esse manto com uma limpeza excessiva e depois repondo a hidratação da pele com um hidratante, muitas vezes, agressivo devido aos surfactantes neles presentes

E o que é o efeito rebote?

Esse ciclo vicioso de limpa-hidrata acaba levando ao efeito rebote. Ao usar uma substâncias adstringente, que tem um surfactante muito limpante, muito forte, a glândula sebácea, inteligentemente, vai pensar que está passando por uma necessidade de reconstruir esse manto hidrolipídico e, automaticamente, vai entrar em um processo de hiperprodução, contribuindo principalmente com o sebo. Daí vem a sensação de estar sempre com os cabelos oleosos

Qual surfactante usar?

Os surfactantes, ou tensoativos, são os agentes de limpeza que estão presentes nos produtos que promovem a limpeza do corpo, como xampus, limpadores de rosto, de corpo e sabonete líquido.

Existem diversos tipos de tensoativos: aniônico, catiônico, não- iônico e anfotérico. Cada um deles tem um comportamento em relação a intensidade de limpeza. O mais encontrado na cosmetologia natural é o lauril sulfato de sódio que é um surfactante aniônico e bastante agressivo. Ele é utilizado tanto para limpeza de pele, tanto de cabelo e passa pelo processo que é chamado de sulfatação. Importante salientar que a sulfatação não é autorizado pelos órgãos certificadores de cosméticos naturais!

Existe, também, o lauril éter sulfato de sódio que passa pelo processo de etoxilação. Nesse processo colocam-se moléculas de uma forma a intensificar o poder de limpeza e o poder de espumação.

É importante ter conhecimento a fim de identificar no rótulo dos produtos esses surfactantes mais agressivos e, assim, evitar produtos que contenham o lauril sulfato de sódio e o lauril éter sulfato de sódio.

Existem vários surfactante disponíveis no mercado, como o lauril glicosídeo e o isetionato de sódio, que promovem uma limpeza muito mais suave mantendo um equilíbrio da pele sem a remoção excessiva de oleosidade.

Nesse vídeo, nós conversamos com a médica-dermatologista Dra. Amanda Gomes, mestre em Calvice Feminina sobre os problemas que essa remoção excessiva da oleosidade pode causar na pele e no couro cabeludo. Ela também nos deu duas dicas incríveis sobre o uso do óleo de coco e sobre escovação dos cabelos. Nada melhor que se aprofundar na dermatologia natural, não é mesmo? Para conferir basta clicar no vídeo abaixo!

 

Como você pode se aprofundar nesse universo?

Ensinamos não apenas formulações, mas todo o embasamento e explicação sobre os efeitos de cada substância para te ajudar a criar suas melhores formulações!

Por isso, aqui na Cosmetologia Do Bem, nós ensinamos  o que chamamos de “Regra Geral”.  Essa regra é para que nossos alunos tenham autonomia em fazer sua próprias criações! É uma metodologia exclusiva da Cosme e está presente em nossos cursos!

Dermatologia Natural

Você pode colocar a mão na massa e aprender formulações de cosméticos naturais no nosso Guia gratuito

E participe do nosso grupo do Telegram para ficar mais próximo da gente. Porque lá você terá acesso a todas as informações que compartilhamos por lá! 

Mas não é só isso! Estamos também no Instagram.

 

 

VEJA TAMBÉM

Utilizamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site. Ao clicar em aceitar, você concorda com a nossa política de privacidade. Aceitar Saiba mais

Política de Privacidade
Olá, precisa de ajuda?