Como Fazer Cosméticos Naturais — Entenda Como Criar a Formulação Ideal

by Renata Franco

A conscientização em relação à indústria da cosmetologia levou muitas pessoas a buscarem informações de como fazer cosméticos naturais por conta própria. Assim, é possível ter  a garantia de que os ingredientes utilizados sejam de boa procedência e não façam mal para o corpo.

Você quer entender como funciona e começar a criar as suas formulações, certo? Porém, é preciso estruturar alguns pontos básicos. Continue lendo este artigo para saber mais!

Entenda como fazer cosméticos naturais

Depois de compreender o que é cosmetologia natural, a importância de evitar produtos industrializados convencionais e adotar uma vida mais natural, chegou a hora de aprender como fazer cosméticos naturais.

Aqui na Cosmetologia do Bem, acreditamos que o importante é, não apenas ensinar formulações, mas como elas são desenvolvidas para que você possa criar suas próprias formulações de acordo com as suas necessidades.

Para desenvolver uma fórmula, então, é preciso pensar nos seguintes pontos:

como fazer cosméticos

Finalidade

Está aprendendo como fazer cosméticos para criar qual tipo de produto? Existem inúmeras finalidades para a aplicação da cosmetologia, então tenha claro:

  • qual parte do corpo será tratada (pés, mãos, axilas, por exemplo);
  • a superfície que receberá esse cosmético (pele do corpo, do rosto ou cabelos);
  • ação desejada (limpeza, hidratação ou algum tipo de tratamento).

Por exemplo: se você quer fazer a limpeza dos cabelos, a fórmula deverá conter algum tipo de surfactante. Porém, é possível agregar mais ativos que vão proporcionar outros benefícios — desde uma hidratação a tratamentos mais específicos.

Particularidades do uso

como fazer cosméticos

Uma vez que você já decidiu qual deles vai produzir, ainda precisa considerar as duas questões abaixo:

  • o tipo (oleoso, misto, seco);
  • a potência do cosmético.

 

Cada um tem uma necessidade diferente e, portanto, os cosméticos também usam ingredientes distintos. A regra dos tipos é válida tanto para os cabelos como pele.

O uso de matérias-primas do bem faz toda a diferença na hora de fazer um cosmético. No caso dos shampoos, por exemplo, troque os surfactantes agressivos utilizados nos produtos industrializados por aqueles mais suaves e que não causam danos aos fios.

Em itens para a pele, formulações hidratantes mais potentes podem ser feitas com manteigas vegetais, enquanto as mais leves utilizam óleos. Para as mais sensíveis, recomendamos, por exemplo, o uso de extratos de calêndula ou camomila.

Gostou de saber como fazer cosméticos? Então veja mais informações sobre os nossos cursos de cosméticos naturais para ter base teórica e prática para produzi-los! Aproveite e continue lendo mais artigos aqui na Cosmetologia do Bem.

VEJA TAMBÉM

Utilizamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site. Ao clicar em aceitar, você concorda com a nossa política de privacidade. Aceitar Saiba mais

Política de Privacidade
Olá, precisa de ajuda?